"Essa noite, eu queria que você estivesse aqui. Poderíamos conversa, brincar, se provocar... O que você quisesse, mais queria você aqui.
»
“A vida não é gentil.”
 A Hospedeira.    (via reaprovei)

“Eu me pergunto como a biologia pode explicar a dor física que você sente em seu peito quando tudo que você quer fazer é estar com alguém.”
Dan Howell   (via textuou)

“Esse vazio aqui dentro me deixa todo bagunçado por fora.”
Dois tons de amor.   (via doistonsdeamor)

“Me diga que está triste, eu consolo. Me diga que nunca foi tão feliz, eu concordo. Me ame ou me odeie. Me mande pra puta-que-o-pariu ou me convide pra ir com você. Exploda na minha cara ou se derreta na minha mão. Deixa eu te ver morrendo de tanto rir ou com vergonha das olheiras de tanto chorar. Só não me esconda o rosto. Me abrace, me esmurre, me lamba ou me empurre. Só não me balance os ombros. Não me perturba assistir tua dor nem acompanhar teu gás. Te ver mais ou menos realmente me incomoda. Mais ou menos não rende papo, não faz inverno nem verão, não exige uma longa explicação. É melhor estar alegre ou estar triste, mais ou menos é a pior coisa que existe”
Gabito Nunes. (via oneprince)

“Odeio esse negócio de sentir demais.”
Adodicas.  (via oneprince)

“E mais uma vez aqui estou eu, lendo nossas antigas mensagens, com um sorriso triste, feliz por nossos momentos maravilhosos, mas triste por imaginar que poderíamos ter sido melhor do que fomos.”
Gabriel Silva.  (via oneprince)

“Não me mostre o paraíso e depois o destrua.”
— Não Conte A Ninguém  (via quase-heroi)

Saudade da sua voz.


“E na esquina da minha rua com a sua, a placa já anuncia: amor sem saída.”
Eu me chamo Antônio. (via lettres-a-paris)

“Venho dizer que sentimentos são puros como flores que não desabrocham e nunca estão prontos. Se vão antes do próprio fim. Mesmo quando ruins são inocentes. Sem intenção de ferir, apenas abraçam. Abraços que às vezes queimam, mas só a parte podre da gente, para purificar. Como bom sentimental, naturalmente carente e masoquista, aumento de tamanho e fervo, em carne viva. Além do meu estado de flor que não me permite sentir satisfeito de luz. Girassol sedento e inconsolado. Queimo e viro pó.”
Felipe F.      (via florindo-me)